top of page

Leituras

insta.png
lelivros cor (1).png
leituras_0.png

Os livros mais controversos de todos os tempos

Uma lista de livros que geraram muita controvérsia com suas publicações.

 

Seja por quebrar alguns tabus ou por reforçá-los, aqui estão alguns dos grandes clássicos que causaram muita controvérsia na época de suas publicações.


O apanhador no campo de centeio:


Na época de sua publicação, em 1951, foi classificado como um título para jovens adultos. Por isso, a cacofonia de palavrões, sexualidade e outros elementos subversivos apareceu como uma grande surpresa para os leitores da época. Apesar disso, Salinger construiu um narrador original e inesquecível - e seu perspicaz estudo da mentalidade adolescente ainda o torna um grande clássico nos dias de hoje.






A redoma de vidro


Apesar das grandes polêmicas que gerou em razão dos temas sensíveis que trouxe à tona, rapidamente se tornou um clássico da literatura americana . Publicado em 1963 sob um pseudônimo, o romance semiautobiográfico de Sylvia Plath examina a queda de sua protagonista Esther na doença mental. Esther luta contra a depressão paralisante e várias tentativas de suicídio enquanto tenta abrir seu caminho no cenário editorial de Nova York.





Lolita


Publicado em 1955, é um dos livros polêmicos mais famosos de todos os tempos. Conta a história da obsessão doentia do professor literário de meia-idade Herbert Humbert com Dolores Haze, de 12 anos, a quem apelidou de Lolita. Por mais chocante que fosse essa história predatória, a obra-prima psicológica de Nabokov foi popular o suficiente para se tornar um esteio da cultura popular em todos os meios; a versão cinematográfica ainda é considerada um dos filmes mais reconhecidos de Stanley Kubrick.




Trópico de Câncer


Trópico de câncer de Henry Miller, publicado em 1934 na França, foi polêmico devido à sua misoginia desenfreada, conteúdo sexualmente gráfico e temas de masculinidade tóxica. Sua publicação em 1961 nos EUA levou a uma série de julgamentos por obscenidade, que ficaram famosos em todo o país. Um juiz disse que não era um livro, mas sim "uma fossa, um esgoto a céu aberto, um poço de putrefação, uma coleção viscosa de tudo o que está podre nos escombros da depravação humana".




Ulysses


Seu estilo de fluxo de consciência é o que colocou Ulysses à frente de seu tempo e o tornou um dos maiores clássicos modernos de todos os tempos - mas seu conteúdo "pornográfico" e linguagem "obscena" fizeram com que o livro fosse a julgamento, proibido e banido dos Estados Unidos por 12 anos a partir de 1934.







O quarto de Giovanni


O segundo romance de Baldwin causou grande controvérsia quando foi publicado pela primeira vez em 1956, primeiramente, devido ao seu conteúdo homoerótico explícito. Mas também porque, apesar da expectativa do público leitor de que ele publicasse trabalhos que tratassem de experiências afro-americanas, o livro é predominantemente sobre personagens brancos.






 

Gostou das dicas?


Comprando livros na Amazon através desses link você ajuda a apoiar o Gigi Dá Aulas! :)


O Apanhador no Campo de Centeio: https://amzn.to/3D2RAje

A redoma de vidro: https://amzn.to/3mcNKhv

Trópico de Câncer: https://amzn.to/3AThILt

O quarto de Giovanni: https://amzn.to/38bCvhb


Kommentare


bottom of page